Alimentação artificial

Li um post na Denise (Síndrome de estocolmo) hj que me força a discutir esse assunto um pouco mais aqui.

Para quem me conhece desde quando a Rafa era recém nascida, deve lembrar que eu não amamentei a Rafa por mais de 1 mês. Não foi uma escolha minha (apesar de eu confessar que eu sofri bastante com a dor no comecinho qd a Rafa pegava meu peito errado), eu tive mastite causada por uma situação de stress enorme que aconteceu uma semana após o nascimento da Rafa e que se repetiu depois de 30 dias que a Rafa tinha nascido.

Eu nunca tive muito leite (era o suficiente para a Rafa e EU SEI que, se ela tivesse permanecido no peito, eu provavelmente começaria a lactar mais) e no dia em que percebi vários carocinhos no meu peito fiz de tudo para estimular a produção (banhos quentes, massagens, compressas de água quente, amamentar mesmo que te mate de dor, etc) e, apesar de eu ficar ressabiada por causa dos remédios para febre que eu estava tomando (eu tinha febre a cada vez que passava o efeito do remédio, então não tinha como evitar mesmo), não quis desistir. Os primeiros sinais da mastite vieram num terça-feira.

Mesmo notando que o leite havia diminuído bastante, ainda era o “suficiente” para a Rafa (ela só diminuiu os intervalos das mamadas de 3hrs para 1.5hrs). No domingo passei o dia com muita febre (Rafa tinha um mês e alguns dias) e de noite já não saia mais leite, não o suficiente. Rafa começou a chorar de fome e, depois de tentar que saísse algo do meu peito várias vezes, pedi pro Mick ir comprar NAN.

Me doeu muito … não por ter parado de amamentar em si, mas por ter deixado a minha filha sentir fome mesmo que tivesse sido por 30 min..

Depois desse dia a Rafa ainda não optava pela mamadeira automaticamente, sempre preferiu o peito, mas a dor que eu sentia à cada mamada aliado ao fato de não sair quase leite nenhum e eu ainda estar tomando vários remédios, me fizeram decidir por complementar a alimentação dela com o leite em pó. Em menos de duas semanas eu já não tinha leite nenhum.

Se eu me sinto culpada?! Sim e não.
Acho que qd vc tem um filho acaba se arrependendo de várias coisas que fez, se sente culpada por algumas outras e tenta consertar os seus erros olhando para o futuro.

Eu não me sinto mais culpada por isso do que, por exemplo, ter passado semanaS trabalhando até muito tarde e nem vendo a Rafa. E me sinto muito mais culpada por ficar extremamente cansada de vez em quando, à ponto de não querer brincar com a Rafa.

Enfim … no post, a Denise fala sobre a morte de bebês na China causadas por leite contaminado com melamina e prolonga o assunto enumerando os efeitos nocivos da alimentação artificial para a saúde de uma criança. No final há um disclaimer onde a Denise diz que não é sua intenção fazer ninguém se sentir culpada e que entende os vários fatores incontroláveis que levam uma pessoa a escolher pela mamadeira.

Não quero começar aqui uma discussão contra o post da Denise (até pq o foco não é exatamente o aleitamento materno, mas sim a falta de responsabilidade com a vida humana de muitas empresas). Mas seria uma hipocrisia muito grande da minha parte negar que ao ler que mamadeiras importadas são feitas com plásticos cancerígenos (e dúvida: importadas pra quem?? Pro pessoal que mora no Brasil??!! Importadas de onde??), que o uso contínuo da mamadeira danifica a arcada dentária (Rafaela vai precisar de usar aparelho, meu ortodentista já tinha dito isso qd me viu grávida de 6 meses. Não pq ele ele faz hora extra como “fortune teller” e já tinha previsto que eu não amamentaria, mas pq vários ortodentistas renomados acreditam que a maior variável para o desenho da arcada dentária é a herença genética, ou seja: eu usei aparelho por seis anos + minha irmã por 13 + minha mãe não usou, mas precisava = Rafaela tinha uns 80% de chances de precisar de um aparelho),ou que os alimentos artificias contribuem para a obesidade infantil (eu não acredito que mamadeiras com NAN sejam uma das causas da obesidade infantil, eu acredito, no entanto, que uma mamadeira de NAN, seguida por cházinho cheio de mel, seguido de mingau, seguido de frutinhas amassadas com farinha de cereais e por aí vai sejam uma causas da obesidade infantil, mas da mesma forma que leite materno + isso tudo tb causaria obesidade. Acho injusto colocar a culpa em UM elemento da dieta da criança qd a obesidade é um resultado do exagero de muitos – salvos casos de herança genética ou alguns outros casos específicos).

 

Eu não me sinto melhor ou pior do que outras mães por não ter amamentado mas, como mãe, um ponto muito sensível é vc ter jogado na sua cara “over & over again” que se um dia o seu filho tiver cancer, vc deve se responsabilizar por sua parcela de culpa e não ficar culpando a destruição da camada de ozônio, ou sei lá o que, como as mães que amamentaram têm o direito de fazer.

 

Remarks:

Eu não estou criticando o aleitamento materno. Acho importante (e acredito que se tivesse amamentado por mais tempo, Rafaela não teria sofrido tanto com bronquite no primeiro ano de vida). Amava o contato com a Rafa qd ela estava mamando, é algo único. Mas não acho justo vc culpar uma mãe por todas as doenças que uma criança possa ter baseado no fato de ela ter usado uma mamadeira e leite da Nestle (mesmo que a escolha dessa mãe tenha sido baseada em fatores estéticos).

Anúncios

Um comentário sobre “Alimentação artificial

  1. Entendo você perfeitamente…também não consegui amamentar meu filho por mais de um mês, não porque tive mastite mas porque não tive leite suficiente mesmo (stress). E sim, a gente sempre se sente culpada em maior ou menor grau…como se amamentar ou não amamentar fosse uma escolha da mãe. Nem sempre é assim, existem vários fatores envolvidos – certamente fatores emocionais. Eu hoje não me sinto mais culpada e tenho pena da ignorância de algumas pessoas que criticam sem saber do que estão falando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s