Amsterdam + Brugge

Amsterdam foi ótimo!!!!!

É bem verdade que não passeamos horrores pq ficamos só metade de um dia por lá (dormimos num hotel sexta a noite e passamos o sábado lá), mas eu amei a casa da Anne Frank (e quero voltar mais uma vez para ver as coisas direitinho … eu tinha acabado de reencontrar minha amiga e estava interessada em matar saudades tb!), caminhamos ali por perto, tiramos várias fotos nas pontezinhas (mas ô povo pra ser mais irritante do que belga com suas bicicletas!!!! Uma falta de educação que só vendo) e depois comemos em um restaurante péssimo de carne argentina (que veio queimada por fora e crua por dentro).
Como passamos MUITO tempo na centraal station tentando resolver um problema com a passagem de trem dos nossos amigos, já era tarde e era melhor voltarmos (falando nisso, Amsterdam é MUITO perto!!! 1h45 só! Mais perto do que ir pra praia!!!!!!).

Muita coisa parecida com a Bélgica, é claro, mas mesmo assim aproveitei. Eu já bem queria comprar os tickets para ir na nachtmuseum mas acho que não vai rolar. Mamãe ainda vai estar aqui e eu não quero mandar ela ficar aqui na Bélgica para eu poder ir em Amsterdam ver museus, né?! Ano que vem nós vamos.

 

No domingo passeamos em Brugge e devo confessar que, dessa vez, eu gostei do passeio! As construções são bonitinhas e a cidade acolhedora (eu só não me enfio naquele passeio de barco insuportável de novo!!!).

Uhm … deixa eu explicar minha estória com Brugge antes de ouvir comentários que eu sou louca.

Eu fui em Brugge uma única vez, em Agosto de 2003. Foi num domingo de muito sol e calor (verão perfeito, pra quem gosta de verão). Estávamos na casa de praia e decidimos ir com minha irmã e um amigo pq era “perto”.

Chegamos em Brugge e estacionamos em uma das ruas de onde saem os barquinhos, então fomos direto fazer esse passeio. Meu passeio durou 30-40 minutos (!!!!!!!!). Cara, eu sou uma pessoa inquieta, não gosto disso de ter que ficar sentada sem escolha por muito tempo. Mas tá, tava na chuva era pra me molhar …

Começamos o passeio: “a janelinha a sua esquerda é a menor do universo”, “o tijolinho a sua esquerda tem um marrom único no planeta”, “o prédio a sua esquerda é o menor do mundo” … e assim foi a metade do passeio. Quando o cara chegou numa área mais larga do canal achei que já estivéssemos chegando ao nosso ponto inicial (até então eu acreditava que o passeio era em forma de O). Aí o cara começa a virar o barquinho. Eu olhei desesperada para os lados procurando algum lugar onde ele fosse “atracar” (ué, vai ver que eu não tinha visto que íamos descer ali naquele ponto ao invés de voltar pelo caminho das janelinhas torturantes). Nada nas proximidades.

O barquinho continuou a virar e a tomar a mesma rota pela qual viemos. Parece que todos os 50°c que estava fazendo naquele dia me pegaram de uma vez só e o mal humor começou. Já emburrei a cara (pq qd eu tô com raiva eu quero que me deixem em paz, ainda mais se eu estou com calor!!!!).

O cara do barco deve ter percebido, e queria se vingar de mim por estar fazendo cara feia no barco dele, e começou a contar os detalhes dos prédios do lado direito!!!!!!!!!!!!!

Eu traumatizei com janelhinhas, tijolinhos, barcos, cisnes pra frente que chegam perto demais e com Brugge (sem contar que o cara está até hoje na minha lista de “Os mais odiados”).

Quando eu saí do barco eu tava sem saco pra tudo!! Não quis andar, tudo era ruim (lembro que paguei 7 euros numa panqueca e reclamei disso o resto do ano hehehe … mas cá entre nós, uma panqueca fina-transparente com uma mini bola de sorvete do Aldi não pode custar 7 euros!!).

Mick, pra salvar a viagem de volta (sim, pq eu já estava suando com o calor e a coisa mais irritante no mundo é suar!), comprou uma caixona de chocolates Guyllian pra mim e deixou o ar condicionado do carro ficar no nível mais gelado.

 

Enfim, dessa vez eu passei longe dos barcos (mas olha a injustiça: minha mãe e meus amigos foram e o passei só durou 15min!!!), comprei negocinho de natal numa loja típica de lá, comemos no pizza hut, andamos muito (que eu amo) e por aí vai. Agora quero ir lá de novo pra ver as igrejas que eu não vi ainda.

 

Final de semana agora começa a feira em Paris … se eu sumir é pq não rola tempo pra nada ;o)

Anúncios

Um comentário sobre “Amsterdam + Brugge

  1. Olá! Gostaria de saber como faço para ir de AMSTERDA-BRUGES, obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s