Trabalho

Desde que eu voltei e comentei aqui e ali do meu emprego várias pessoas me procuram para saber o que eu faço, como consegui e como eu me viro. Vou fazer esse post para esclarecer essas coisas e quem sabe ajudar alguém!
Sentem que é uma novela …

Primeiro vcs têm que entender que eu já mudei para a Bélgica com emprego garantido, o que significa que a parte mais difícil (a entrevista), eu não tive.
Eu trabalhava na empresa X em SP e era muito feliz com o cargo que tinha e com a empresa em si. Qd falei para minha chefa que tinha que mudar pra Bélgica, ela me avisou que, considerando as informações confidenciais às quais eu tinha acesso, talvez eu tivesse que ir embora imediatamente. Cindo minutos mais tarde o chefe dela (national commercial manager) me chamou na sala e disse estar muito triste e talz mas que eu não tinha que me preocupar com a data da minha saída. Eu poderia escolher qual seria meu último dia (escolhi quase a véspera da viagem).
Algumas horas mais tarde o presidente da empresa na costa lesta da América do Sul veio conversar comigo e disse que não queria que eu saísse do grupo e perguntou se eu aceitava um emprego aqui. Claro que eu disse que sim!
Quando eu cheguei na Bélgica logo recebi um email da gerente geral do escritório daqui me chamando para ir conversar.
Batemos papo (e inglês!) e ela disse que a única vaga aberta era a de uma menina que eles iriam trocar de departamento e eu disse ok. Era uma vaga bem mais baixa do que a minha, mas no Brasil eu tb não era chefe de seu ninguém, então não liguei.
No dia que eu comecei a gerente do departamento me chamou de lado e disse que não era para eu me assustar mas as duas mulheres que trabalhariam direto comigo iriam provavelmente me tratar mal pq haviam odiado a saída da “Maria” pra eu poder entrar no lugar dela. Dez minutos a partir dessa conversa minha vida se tornou um inferno por 6 meses.
A mais velha (55 anos!!!) não só me tratava mal como ignorava qq coisa que eu falasse se não fosse em Holandês.
Vejam bem, eu estudei holandês em 2003 por 6 meses (duas vezes por semana), durante aquele ano eu raramente falava holandês em público pq todo mundo falava inglês e eu havia me acostumado. Mudei para o Brasil em 2004 onde, por 3 anos, eu não falei uma palavra em holandês. De repente eu estava trabalhando do lado da pessoa que tinha que me treinar e me supervisionar e ela não aceitava que eu falasse inglês. Se eu mandava algum email para cliente em inglês, ela imprimia e vinha na minha mesa me encher o saco.
Eu não sou de reclamar, aguentei tudo. Ralei e chorei bastante, mas só conversava com as pessoas na empresa em holandês.
Seis meses depois a primeira promoção veio e eu passei para outro departamento. Bem melhor, as pessoas tinham mais paciência, mas eu já estava acostumada a falar só em holandês e a nunca escrever em inglês a não ser que fosse necessário.

Se eu errava/erro?!
Falando, eu cometo erro besta até hoje (1 ano e 10 meses depois de ter voltado)! Geralmente com a porcaria do artigo (het/de). Mas eu sempre fui meio cara de pau pra essas coisas, então não ligo. Se não sei se palavra “x” é pronunciada assim ou assado, eu pergunto pra quem quer que seja (ontem fiz a menina do restaurante me falar se era “het dessertkaart” ou “de dessertkaart”).
Escrevendo eu me viro bem. Tenho SEMPRE um dicionário do meu lado e, como 99% dos emails que eu recebo são em holandês, eu aprendi bastante a gramática. Se o email é muito importante e eu tenho dúvidas sobre certa construção de frase eu procuro a resposta em algum email antigo, ou na internet, ou no meu dicionário. E assim vai …

Hoje em dia eu trabalho no mesmo ramo mas em uma empresa com 80% do portfolio de clientes francofônicos e como eu não falo francês, eu uso muito mais o inglês do que antes.
Em holandês eu tenho mania de ficar enrolando muito no email pra chegar ao ponto principal, então se a idéia é explicar algo rápido pro chefe e fazer a pergunta, eu escrevo em inglês (sempre digo o pq de estar escrevendo em inglês, no topo do email em holandês … e eles entendem pq me conhecem).

Tá agora o post tá grande e eu preciso trabalhar =p
Cenas do próximo capítulo: dicas de como eu me viro e a ignorância das pessoas qd eles percebem seu sotaque estrangeiro (isso pra eu lembrar que tenho que fazer um post :p)

Anúncios

3 comentários sobre “Trabalho

  1. Que bom que voltou a postar Fee. Espero que o pé tenha melhorado! Beijocas, Marina

  2. Oi Fe,

    Obrigada pela rápida resposta! Eu preciso dizer q no meu caso meu ingles piorou muito depois q comecei falar holandes, hehehe…

  3. Eheheheh essa é minha amiga de sempre…SUPER Fée!
    Não deixa se intimidar e nem deixa a peteca cair 🙂

    Amiga fico muito feliz em ver vc assim…Linda e segura 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s