Trabalho – parte 2

Continuando a estória (lembrei do blog pq acabei de mandar um email com o português mais porco do mundo! E olha que eu sempre fui boa em português, gramática e redação =o/) …

 

Eu acho que o mais complicadinho de estar ralando para aprender uma língua e de estar dando a cara a tapa para poder mostrar a todos o seu esforço é que, de vez em quando, vc vai encontrar alguém que não está nem aí para vc e que te trata como a escória da humanidade te julgando pelo fato de vc ser estrangeira.

Qd pedi demissão do meu último emprego, meio que para me castigar por estar sendo ‘desleal’ à empresa o idiota do gerente de customer service (que sempre gostou de mim) pediu pro meu chefe deixar ele me colocar no departamento dele pq estavam understaffed. A vontade dele foi feita e ele resolveu me dar todos os casos problemáticos que estavam pendente há meses! Exatamente por isso o tipo de cliente com quem eu me relacionava mudou: eu passei a conversar com neguinho em funções ingratas, desgatantes e estressantes que não tinham a mínima paciência pra nada.

Umas duas ou três vezes eu tive que engolir coisas do tipo “me passa para alguém que saiba pelo menos falar” quando não resolvia o problema exatamente como a pessoa queria (isso pq era claro desde o início que decissão nenhuma partiria de mim). Já teve neguinho desligando na minha cara irritado com um problema e ligando para o tal gerente dizendo que eu tinha ‘messed up’ determinado embarque pq não o havia entendido e que não aceitaria responsabilidade por custo A ou B (qd eu tinha toda uma correspondência por email EM HOLANDÊS provando o contrário), e ainda neguinho dizendo que não iria falar comigo por eu não ser belga, sem sequer me dar a oportunidade de tentar ajudar em algo. Felizmente esses casos são mínimos, mas acabam com auto-estima de qualquer ser humano!

No emprego novo alguns clientes franceses me perguntam o motivo de eu não falar francês (pq tudo ao redor do mundo gira em torno da França hehehe), mas eles não me impregnam tanto, logo entendem e se conformam em ter que falar inglês comigo.

 

Eu acho que o mais importante é que quando uma pessoa te contrata ela sabe exatamente onde está se metendo, já teve uma ou duas entrevistas contigo onde vc mostrou o seu holandês ou qq outra língua, não tem pq ficar com vergonha depois que começar ou ficar com medo de não subir na carreira pq o holandês não é 100% (te garanto que seu gerente/diretor sabia disso desde o início). Eu faço o que eu acredito ser o melhor: encaro meus defeitos e não tento esconder. Se eu não sei algo, eu falo em inglês (se não quero perder o fio da meada) ou pergunto para quem estiver do meu lado.

Na minha primeira semana aqui tive que planejar minha primeira staff meeting e na hora que eu subi pra reunião eu estava tremendo pensando em como que eu iria entender e me fazer entender perante um monte de gente que eu nunca havia visto antes e que deveriam me enxergar como a líder do grupinho deles. Primeira reunião foi péssima, eu quase não falei. Perguntei o que tinha que perguntar, anotei tudo o que foi dito mas não consegui fazer os remarks que queria. Fiquei p*ta comigo mesma e marquei a segunda reunião para o dia seguinte, nessa reunião eu passei a encarar todos como pessoas normais e que estariam ralando do mesmo jeito se quisessem falar a minha língua mãe. Depois de começar a enxergá-los como pessoas individuais e não como um grupo ou título, tudo melhorou. Erro pra caramba ainda, tenho certeza, mas quem é que não erra?? ;o)

 

Anúncios

2 comentários sobre “Trabalho – parte 2

  1. Palmas para minha amiga 🙂

    Fée, parabéns por essa força e garra amiga.
    Vc tá certa, não devemo ster medo de ninguém e sim saber respeitar o outro. Eu sempre digo, se eu tivesse medo de pessoas, não sairia da barriga da minha mãe:)
    Bjokas

  2. Olha eu aqui atrasada… heheh… é isso aí Fee, com a sua força de vontade e da maneira como vc está lidando com as coisas no trabalho tenho certeza que vc chegará longe. Estamos aqui torcendo por vc!

    Beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s