Fifteen

Ontem não rolou de postar por causa de uns problemas aqui no trabalho … doesn’t it suck quando duas pessoas acima dos seus trinta anos resolvem agir como crianças de 13 anos??!!

 

Enfim, vamos falar de Londres que é mais interessante =o)
É óbvio que eu ainda quero mudar pra Londres (obsessões loucas nunca vão embora da minha cabeça facilmente *rs) e, não fosse a total falta de tempo, minha cabecinha do fantástico mundo de Bob estaria tomada por planos mirabolantes de como eu iria conseguir um emprego na Inglaterra, e convencer marido a ir (se bem que empresa do marido tem uma puta sede por lá e eu acho que seria mais fácil pra ele do que pra mim).

Londres pra mim sempre significou uma viagem meio gastronômica, apesar de eu sempre escutar que a culinária inglesa é péssima (mas isso eu atribuo aos franceses que acham que culinária nenhuma é boa a não ser a deles). No Brasil eu era viciada em GNT, o que quer dizer que minhas tardes eram tomadas por Jamie Oliver, Nigela Lawson e Gordon Ramsay.
Foi com eles que eu aprendi a cozinhar … foi com o Gordon que eu aprendi a fazer shepherd’s pie, com o Jamie que eu aprendi a fazer frango no forno e com a Nigella que eu aprendi a fazer o jantar mais rápido do mundo qd eu tenho visitas logo após o horário do trabalho.

Não é de se estranhar então que, uma vez em Londres, eu iria de qualquer jeito ou no Fifteen ou no Gordon Ramsay Restaurant. A decisão pelo Fifteen foi feita pq Mick é uma pessoa que iria reclamar horrores de pagar um bom preço por um jantar e receber uma mini porção (eu sou metida, acho o máximo hehehe). O Fifteen me parecia ser mais jovial e casual, portanto decissão feita (na próxima vez quero ir no Gordon mesmo que seja sozinha enquanto Mick come um puta hamburguer no Hard Rock Café).

Caso não conheçam o Fifteen, o esquema é assim: são dois andares (-1 e 0). No andar térreo o restaurante é uma espécie de trattoria. Gente nova, vários grupos de amigos falando alto, rindo, brincando. A comida servida é italiana e baseada em uma atmosfera bem casual.
No andar de baixo é o dinning room, não é chique mas é menos casual. O jantar é constituído de 5 “courses” (como que se fala isso em português???) e para cada “course” vc tem 4 escolhas do cardápio para escolher. Os ingredientes são sasonais, frescos e bio.

É um ambiente meio que à meia luz, onde vc senta de frente para a cozinha meio aberta e vê os cozinheiros preparando os pratos, conversando entre si … having a good time.

Eu gostei de quase tudo o que escolhi (vou ver em casa no menu o que eu escolhi exatamente, pq já esqueci). Mas eu sou meio idiota e acho que, pq estou em um bom restaurante, vou começar a gostar de coisas que eu sei que odeio! Como prato principal escolhi fisherman’s stew with fennel que era um ensopado de frutos do mar e o peixe mais gostoso que eu já comi mas cheiiio de fennel (venkel … não sei o nome em português tb … Fla ou Mi, como que fala fennel em português??). Resultado: eu comi o peixe e os frutos do mar mas o molho estava péssimo, para mim, com um gosto de sabão horroroso (eu acho que fennel tem gosto de sabão).

De sobremesa comemos lemon custard pie que eu não curti muito pq doce pra mim tem que ser doce e não azedo ou amargo (já falei que para doce e vinho eu tenho um paladar infantil??). Mick amou e comeu metade da minha.

Com certeza é um restaurante que eu visitaria novamente, mas agora faria uma reserva na trattoria para experimentar :o)

 

Não tiramos fotos pq a camera ficou dentro dos nossos casacos e eu tava com uma preguiça de outro mundo para subir e procurar os casacos.

 

Informações úteis:
– o cardápio do dinning room tem um preço fixo de 60 pounds/ pessoa (um pouco menos, mas agora estou na dúvida se era 58.5 pounds ou 59.5 pounds)

– eles têm um cardápio degustativo de vinho por 40 pounds por pessoa (não bebemos vinho pq eu não curto vinho … a não ser que seja doce =o/)
– os valores na trattoria são diferentes e mais em conta, segundo o site do restaurante

– eu fiz nossa reserva 2 semanas antes da data e só consegui horário para sexta-feira às 20:30 no dinning room, ou 18:30 na trattoria (sábado estava cheio). Por isso decidimos o dinning room, não achei que iria querer comer às 18:30.
– fiz a reserva no site do restaurante e tipo, na terça feira antes de irmos alguém do restaurante me ligou para confirmar a reserva.

– o Jamie não vai sempre ao Fifteen … mas é só ter perseverança hehehe. Próxima viagem à Londres vcs me encontram no Fifteen de novo *rs.

All in all, eu achei os valores ok, a comida boa (tirando o fennel fiasco).

Anúncios

3 comentários sobre “Fifteen

  1. amei suas dicas,posso repassa-las??

  2. Hahahahaha fennel é erva doce!!!
    E me diz uma coisa, qual é esse jantar express da Nigella????
    Beijos

  3. Putz, fennel eh erva-doce, eu odeio e comprei ontem para colocar em um prato, eca ha, ha, ha.

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s