A síndrome pré-Brasil

Eu não sei se isso é algo típico de famílias brasileiras, mas é típico dos dois lados da minha família e é algo que me causa o que eu chamo ‘stress pré-Brasil’.

Vcs por algum acaso têm uma tia/prima/irmã/mãe/cunhada/sogra que não pode ficar sem te ver uma semana que já tem um comentário +/- assim: “bixa, como que vc engordou, né?! Olha essa barriguinha!” … essa é minha tia.

Minha bisavó é um doce tb. Ela vira pra minha mãe (DO MEU LADO!) e fala “Rosa, vc viu como que a Fernanda tá forte?!”.

Não interessa se eu engordei ou não, o comentário é sempre o mesmo. E o pior é que é todo mundo gordinho!!!! E, paranóias a parte, 64kg no topo dos meus 1.78m não é muito.

Quando eu emagreço muito o discurso muda, vovó fala “Rosa, vc viu a Fernanda?! Acho que ela está doente. Vc tá dando comida pra ela, tadinha?”, minha tia não fala nada mas olha pra mim com uma cara de preocupada … papai, que é a sensibilidade em pessoa, é o primeiro a soltar “credo Fernanda, vc tem que engordar. Olha o tamanho da sua cabeça!! Vc parece um alfinete”.

Ou seja, se eu estiver com 64 /65kgs eu tenho que me preparar para escutar que eu estou gorda … se eu estiver com 62kg tenho que aguentar a estórias de que eu não como na Bélgica, que eu tenho que engordar pq senão não consigo ‘keep up’ com a Rafa, e os comentários amorosos de papai dizendo que eu estou cabeçuda.

Portanto … stress para estar com exatos 63kgs! Hehehe

 

Sem contar tb o stress do biquini.

Além de eu estar branca cor de palmito enlatado e estar lutando contra uma vozinha malígna dentro de mim me mandando fazer bronzeamento artificial e dane-se se eu ficar cor-de-abóbora, já faz mais de um ano que eu não coloco um biquini!!!

Acho que vou usar a estratégia de brincar na areia com a Rafa, aí eu fico toda salpicada de areia e nem dá pra perceber muito as …  uhm … irregularidades da pele (vulgo celulite … mas não conta!!).

Ou vou me convencer a comprar um maiô e sair proclamando pelas bandas de lá que esse é o último grito de elegância moda praia.

Nah … a estratégia da areia me parece melhor … vou passar dias cavando buracos na praia com Rafetes e depois voltar pro prédio parecendo croquete de palmito.

Anúncios

4 comentários sobre “A síndrome pré-Brasil

  1. Fer, estou amando seus posts….saudades de vc!
    Ri muito aqui hj cabeça de alfinete! hhahahahahaha
    Bjs!

  2. AMEI………PERFEITO…….EXATAMENTE ISTO TUDO MESMO….

    KKKKKKKKKKKKKK………..

  3. Eu jah ouvi muuuito isso de ter engordado, um saco neh? Mas nem liga, e olha, acho que a tatica da areia eh otima, vou utiliza-la tbem qdo for ao Brasil da proxima vez ha, ha, ha

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s