Feiras

Tô hiperventilando!
Acabei de fazer uma coisa que eu NUNCA sonhei em fazer!
Eu acabei de dizer que eu não QUERO ir na feira de seafood que vai acontecer em Bruxelas nessa semana. Acho que vou passar mal!

Eu sou a pessoa mais pulga de feira que existe! Eu sei que dói o pé ficar andando pra cima e pra baixo em uma feira por dias a fio, sei que praticamente não se fecha negócios nessas feiras gigantes (não como armador ou freight forwarder), sei que depois de uns dias eu nem consigo mais linkar o rosto de alguém ao nome no cartão, mas eu acho que é o melhor jeito de vc mostrar a presença da sua empresa no mercado. A sua empresa esteve lá, conversou com fulano e cicrano, se apresentou à Beltrano que nunca ouviu falar no seu nome. É uma experiência bem fora do dia a dia.
Eu geralmente gosto de tudo sobre as feiras, escolher a roupa para ir (até pq eu sempre compro algo novo), preparar meu mapa de visitas, preparar o meu material de apresentação, ficar dando voltas procurando lugar pra estacionar, ver aquela pequena muvuca de pessoas interessadas na mesma coisa que eu. E sempre encontrar os amigos perdidos no mundo que trabalham na mesma área.
Eu amo! … ou amava.
Problema é que eu estou desmotivada aqui.
Eu sempre amei trabalhar na minha outra empresa (até eu ver que eu não estava conseguindo andar pra frente por causa de má organização), eu sempre vesti a camisa de verdade. Trabalho era extensão de casa (lembro que, em SP, eu nem tinha mini depressão na hora que escutava a musiquinha do Fantástico!). Quando eu entrei na empresa nova, eu queria fazer a mesma coisa. Vestir a camisa.
Mas existe um problema … eu não fui contratada para função exata nenhuma. Fui contratada pq o dono não queria me perder no mercado. Fui contratada para assumir uma posição de liderança com o intuito de resolver UM problema (grande, mas era um problema só). Depois de 4 semanas aqui o problema estava resolvido.
Foram meses sem ter o que fazer para encher meu dia. Quando eu reclamava, me davam algumas coisas idiotas pra fazer. Até o dia em que eu fui no chefão e disse que o meu trabalho aqui não valia nem um terço do meu salário e que eu estava sentindo que estava tirando vantagem dele. Ele prometeu mudanças … que vieram 3 semanas mais tarde (pensem que eu ainda fiquei 3 semanas de bunda pro ar aqui dentro depois de ter falado ‘vai lá e contrata um estagiário e vc vai economizar bastante dinheiro’!!!).
Me deram um monte de função besta para encher meu tempo e é assim que tem sido. Eu recebo funções para que eu não reclame mais da falta de trabalho, mas nada importante ou onde eu possa mostrar o quão bem eu trabalho (por exemplo, minha última task é ligar pra metade dos exportadores da Índia para oferecer nossos serviços. Eu tenho uma lista com 800 nomes de empresas para ligar, pessoas que nunca ouviram o meu nome/nome da empresa e que eu nem sei se são importantes no mercado … eu quero morrer toda vez que vejo minha pastinha com post-it amarelo “New customers ex India”). Eu já esperneei bastante dizendo que não queria fazer isso (só pro Mick e pra minha amiga daqui), mas vou fazer sim. Vou fazer pq foi isso que me pediram, mesmo que eu saiba que até eles acham que é perda de tempo.
Eu acho uma pena que a crise tenha batido tão forte, que meu setor tenha sofrido tanto, que a minha empresa antiga tenha demitido 50% de seus empregados só no escritório da Bélgica, mas já decidi que aqui eu vou fazer o que me pedirem, vou performar as funções que me forem dadas mas assim que o mercado reagir e as coisas se estabilizarem (espero que a partir da metade do ano que vem) eu vou procurar algo novo. Algo que eu goste e onde eu me sinta uma adição ao invés de uma pessoa que ganha o salário que ganha pra ficar sentadinha fazendo nada.
Por isso não quis ir na feira. Eu passar o dia andando atrás das pessoas do meu departamento sem poder conversar decentemente com as pessoas (pq eu não estou participando tão ativamente do mercado) e, mais uma vez, receber meu dia de trabalho pra ficar sorrindo igual uma idiota.
Eu sei que feira é legal para network e, por isso também, eu pedi para não ir. Eu não vou lá para mostrar pra todo mundo que eu sou uma ninguém com um títulozinho legal. Preferiria ser aquela sem título nenhum que sabe conversar com os clientes, que sabe quem são os clientes, que sabe exatamente quais tráfegos pode atender … como era no meu primeiro emprego.
Mas calma que essa crise vai passar ….

Anúncios

3 comentários sobre “Feiras

  1. vc eh uma das unica pessoas q faz isso sabia? acho q conto nos dedos de uma das maos, alguem q reclama de ganhar e nao precisar trabalhar muito! rsrs

    tomara q seu (s) chefe (s) consigam enxergar o potencial de uma funcionaria assim!

    Nao sei na Belgica, mas na HOlanda cansei de ver holandeses com a postura inversa.. um horror!

    Boa sorte! e q vc tenha um trabalho no futuro q preencha nao so seu bolso, mas seus anseios de uma boa profissional. beijoquinha 😉

  2. Fee, vc realmente é uma funcionária exemplar! Me admira o seu chefe não te dar o valor que você merece… espero que isso mude ou que você possa encontrar um trabalho que realmente te valorize e que você tenha prazer em fazer. Eu também espero que a crise passe logo. Tudo estaria tão melhor sem ela e tudo se resolveria também tão mais fácil. Boa sorte aí no trabalho! Torço por ti! Beijão

  3. Concordo com as meninas acima, raramente vc acha pessoas que querem trabalhar e nao soh nao fazer nada. Mas entendo perfeitamente o seu desanimo com o trabalho. Eu ando tao desanimada com o meu tbem… O pior que agora nem sei o que eu quero da vida mais… longa historia

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s