Explicando

Acreditam que eu ainda não decidi se vamos ou não vamos para o Rio?!
Eu quero ir, mas não estou lá muito disposta (mesmo agora tendo achado passagens com preços decentes, thanks Mari!!!! Acho que preciso te contratar como minha agente de viagem!).

E tá, caiu mal eu falar que prefiro comprar cremes e sandália (mesmo quando a sandália é Jimmy Choo) do que viajar. Mas é uma questão de prioridades na vida de cada um.
No fundo, no fundo eu não ligo se me acham isso ou aquilo pq disse que prefiro supérfluos, mas prefiro me explicar pq ficou parecendo, como a Érika disse, que eu comparo meus itens superficiais com amigos/família e isso não é o que eu quis dizer.
Eu não priorizo minhas futilidades acima de família e amigos, eu simplesmente priorizo futilidades à viagens.
Tipo, sabe aquela pessoa que fala “olha, eu não compro bolsa/sapato/vestido de design mas esse ano fui para 534875454 países/cidades”?! Eu sou o contrário, eu gasto horrores com calças, bolsas, sapatos, cremes e maquiagens caros mas, em compensação, não dá pra ficar viajando que nem louca. Até pq eu morro de preguiça de fazer pesquisa e sempre escolho as coisas caras pq são mais fáceis de achar (eu lembro no ano passado quando eu fui pra Londres pela primeira vez, eu liguei pra Mari e contei TODA orgulhosa que tinha conseguido uma super barganha e ido pra Londres pagando 600 euros por pessoa para duas noites (hotel + trem) . A Mari quase morreu no telefone dizendo que era MUITO dinheiro e eu toda orgulhosa pq tinha conseguido passagem ‘promocional’ da Eurostar *rs).

A verdade é que viajar é um parto pra mim. Não só eu morro de preguiça de desfazer malas (eu não sei otimizar a utilização do espaço, então é sempre Mick quem faz as malas e eu desfaço e guardo tudo na volta), mas sempre que viajo (de carro, avião, ônibus, trem, you name it) eu tenho que tomar trocentos remédios para não morrer no meio do caminho.
Eu não sinto um enjôo normal não; eu passo mal *mesmo*!
Se eu optar por não tomar remédio, eu posso pedir para confirmarem meu assento do lado do banheiro pq é lá que eu vou estar 90% do tempo. Além da náuse que nunca mais acaba, minha pressão baixa e eu desmaio várias vezes (é super divertido ir pro Brasil comigo, vcs não fazem idéia!).
Eu chego no destino praticamente um zumbi, mas me recupero depois de umas horinhas.
Se eu tomo remédio, me esquece. Minha capacidade de raciocínio cai para uns 20% e manter uma conversa adulta é impossível (ou qq atividade que exija o uso de mais do que dois neurônios).
Eu fico em estado vegetativo, não passo mal mas tb não precisam contar comigo por pelo menos 10 horas depois da minha chegada.

Ir para o Brasil é um suplício. Eu sofro, literalmente, pensando em tudo o que sei que vou passar (quando eu viajei só com a Rafa para o Brasil, Mick teve que ir me buscar em SP pq eu quase morri na ida e estava com medo de como seria a viagem de volta … agora pensem o quão legal é comprar uma passagem Bélgica – São Paulo só para me encontrar em Guarulhos e voltar) e eu só viajo pro Brasil preciso ir mesmo, senão nunca mais pegava um vôo tão longo.

O sonho de Mick é fazer uma puta viagem pra Ásia: visitar alguns lugares na China, no Japão, na Indonésia, Thailândia e mais sei lá quantos lugares.
Desde que nos casamos ele diz que devíamos tirar um mês off e ir passear por lá.
Hoje em dia ele aprendeu a viver com o sonho frustrado dele pq sabe que se ele exigir que eu vá com ele, ele vai voltar viúvo! (e não me achem uma pessoa má, se ele quiser ir só com amigos eu super apoio pq é um sonho dele e acho que é uma coisa que ele devia fazer independente das minhas restrições).

Portanto pessoas, para mim não é difícil ficar muito mais feliz com uma sandália arrazo da Jimmy Choo, do que com uma passagem para alguma viagem phodarástica.
E ir para o Rio passar UMA mísera segunda-feira (quando eu nem vou poder encontrar muita gente pq dia de segunda é dia de trabalho) pagando os tufos (como era a passagem da TAM) não vale a pena.
Eu preferiria sim gastar o dinheiro com coisas que me fariam feliz (= futilidades) do que ir pro Rio, pq emendar uma terceira viagem no meu roteiro de Brasil (que já tá corrido), significa mais um vôo para passar mal e mais uma noite em hotel desfazendo e refazendo malas.
Se eu gostaria de ir pro Rio ver minha prima recém-casada, a Vivi e a Érika? Claro que gostaria!!!
Mas eu preferiria dar uma passagem pra cada uma para ir em Vitória me ver (pq vcs acham que todo santo ano eu dou uma passagem pra cá pra alguém da minha família???? Se eu tenho o dinheiro para viajar pro Brasil mas já fui uma vez, eu prefiro que eles venham e me salvem de todo o drama no vôo).

Capice?

P.S.: vou ligar pra minha prima hoje e perguntar quais são as possibilidades de ela ir em Vix me ver :o)

Anúncios

9 comentários sobre “Explicando

  1. “olha, eu não compro bolsa/sapato/vestido de design mas esse ano fui para 534875454 países/cidades”

    Me descreveu! 🙂
    Se bem que volta e meia eu cometo uma maluqiice “fashion” que me obriga a adiar (nunca cancelar!) alguma viagem…

    • hehehehe
      Eu lembrei de vc também … quando vc disse no ano passado que é super usurenta com certas coisas (menos com bolsas!!! *rs) e prefere viajar.

  2. meu, me lembre que nao quero nunca viajar com vc ha, ha, ha

    bjao

  3. Meu problema é que além de querer comprar bolsa/sapato/vestido eu também quero viajar. Aí não dá, né? hahahaha!

  4. Nossa Fee, não sabia que vc passava tanto mal assim. Você vive falando que quer ir em tal lugar, que quer conhecer tal cidade e por isso nunca imaginei que tivesse tantos problemas durante as viagens… Espero que um dia isso melhore! Beijão

    • É por isso que eu acabo fazendo muita propaganda que quero ir tal lugar e tal cidade, mas no fim acabo não indo.
      A razão meio que toma conta da empolgação (só pra ir pra Inglaterra que ainda é +/- tranquilo, acho que é pq eu não páro um minuto sentada dentro da ferry).

  5. Eu fui pro Riooo e ameeeeeeeei,mais que todos os veroes q ja tinha ido la

  6. Amigaaaaa, nem me lembrava do comment q eu fiz. Mas eh q na hora deve ter parecido q vc comparou viagem pra ver familia com sapato (rsrsrsrs), mas eu ja tinha dito q era a minha opiniao e nao um julgamento em relacao a vc. Falei q vc sabe o q eh util pra vc ou nao e concordo muito q bens duraveis, na maioria das vezes, sao mais interessantes do q gastar numa viagem, ainda mais uma curta assim….

    Mas olha, esse esquema de te visitar nao eh ma ideia nao hein gata???? caso a se pensar seriamente… (ah, sem vc pagar kkkkkkk)

    falei exclusivamente do papo viagem/ cremes e nao tinha juizo de valor no comentario, ate pq concordo com praticamente td q vc escreveu nesse post. Muita trabalheira pra vc viajar com filhota, maridao, ter q ver hospedagem, etc. Muito gasto pra pouquissimo tempo.. Eu pensaria a mesma coisa. (acho q meu problema eh com a sandalia mesmo!!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrs)

    Acho q tu nao deve gastar mesmo um dinheirao vindo ao Rio nao. No way! Mas se conseguir um esquema milagroso de barato e vier, quero saber e te ver!!!!!!!

    beijocas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s