Mas quem é a Batata?

Meu nome é Fernanda e eu nem sei mais se esse é o blog número 4 ou número 5 (talvez número 3??).
Eu moro na Bélgica desde Maio/2007, mas a terra da batata frita e eu temos uma história mais longa. Morei aqui por 1 ano e meio quando casei (em 2003), voltamos para o Brasil por motivos diversos e dividíamos nossas vidas entre Vitória (onde nasci e onde minha família mora) e SP (cidade pela qual me apaixonei e uma das minhas grandes saudades). Depois de 3 anos no Brasil e uma filha de um aninho, voltamos para a Bélgica.
Moramos na região Flamenga da Bélgica e falamos holandês.
E, para vc se situar, a matemática é mais ou menos assim:
Eu tenho 30 anos, sou casada com o Mick há alguns outros anos (dez. 2002), minha mocinha Rafa tem 8 anos (março 2006), nossa formiga atômica (também conhecido como Thomas) tem 2 anos (outubro 2011). Temos 7 anos de vida belga, 3 anos e pouco de vida brasileira e ninguém ousa tentar adivinhar o final dessa estória cheia de números.

14 comentários sobre “Mas quem é a Batata?

  1. Oi!
    As vezes passo por aqui mas é a 1ª vez que deixo um comentário.
    O post do leite ninho está d+! hahaha
    Se cuida e aproveita o passeio em Amsterdam.
    “Inté”!

  2. Oie Fernanda,
    desobri seu blog pelo da Dri.
    Tb sou de Vitória, e tenho uma maig q está trabalhando como au-pair em Bruxelas.
    Vou passar as férias de fim de ano c ela (3 semanas) , e será q vc poderia me dar algumas dicas dso q fazer por aí durante 1 semana q vou ficar na bélgica?
    pq as outras 2 vou viajar c ela pela Europa.
    Brigadim
    Manu

  3. Nem sei mais como descobri seu blog mas já é meu terceiro comentário hoje, rsrsrsrsrs. Minha estória também é cheia de números mas eu sou bem mais velha do que você! Vim para Amsterdã com 28 anos e moro aqui há 15 anos então calcule você mesma 😉

    28 anos de Brasil, 15 anos de Holanda, 1 casamento de 10 anos, 2 filho de 9 anos e namoro atual de 2 anos. E a vida segue com pequenas e grandes surpresas.

  4. Navegando vim parar aqui ao seu “cantinho”, em tempos, bastante, tive um blog também, corria atrás de um sonho, entretanto acabou o sonho, e também, talvez por falta de tempo, o blog!!!
    Sempre Amei o Brasil, e sempre vim aqui passar férias, sou completamente apaixonada pelo Rio de Janeiro, então a vida deu uma volta enorme, cheia de supresas e estou morando com o meu marido, há apenas 1 mês (fez ontem precisamente) em Maceió, esqueci de um detalhe, sou Portuguesa, de Lisboa!
    Vamos então, também à matemática: tenho 39 anos, advogada, casada com o Fernando de 40 anos, à 16 bons e muito felizes anos, não temos filhos, infelizmente, mas nem por isso somos menos felizes. Viemos para o Brasil, por trabalho do meu marido e pelo menos nos próximos 3 anos por aqui iremos ficar.
    A vida é sem qualquer sombra de dúvida uma imensidão de supresas!!! Esperemos com muita Fè, Optimismo e Esperança, que apenas Boas!!!
    Beijinhos, e até breve!!!!
    Marisa Albuquerque

  5. Oi Fernanda! Cheguei até aqui nem sei por onde!!! Estou lendo tudo que encontro sobre as terras que visitarei em out/nov deste ano! Achei aqui a chance de conseguir descobri algumas coisas que estão meio confusas para mim! Vc pode me ajudar? Tomara…. 🙂
    Estarei em Amsterdam no comecinho de nov e nosso próximo hotel é em Bruges…dúvida: como ir para Bruges de Amsterdam? Onibus, trem, mas qual trem? Tem direto? Precisa comprar antes ou dá para comprar quando chegar em Amsterdam? Oh, Lord!
    A outra questão é: de Bruges iremos para Londres… Devemos ir até Bruxelas e pegar o eurostar? Tem uma de atravessar o canal por Bruges e depois pegar um trem (qual???) para Londres???
    Me desculpe, mas ainda não consegui esclarecer isso, e uma brasileira por aí me pareceu uma luzinha no fim do túnel!
    Obrigadíssima! Abraço.

  6. Oi Fernanda,
    Assim como a Marina, nem si como cheguei aqui, rs…
    Estarei em Paris em outubro e quero conhecer Bruxelas, Bruges e Gent. Tem alguma dica de hotel com um preço razoável em algum desses lugares.
    Desde já agradeço pela atenção.
    Abraços.

  7. Oi Fernanda!
    estou com a mesma dúvida da marina, vou de amsterdam para bruges e naosei muito bem como chegar…. acho que nao tem trem direto né? como faço? sabe se é possível comprar pela internet, assim como o thalys?
    obrigada!

  8. Oi Fer ! Leio sempre aqui e ainda nao comentei, gosto muito do teu blog viu, me identifico com alguns posts pois miha avo era farmaceutica e desde criança adoro perfumes, para piorar trabalhei no escritorio da INNO com pedidos para lancome, dior e outras no genero. Hoje em dia compro poucas maquiagens, mais hidratantes mesmo, mesmo assim acho divertido os posts de maquiagens coloridas, beijinhos para você e até 🙂 Ba manda beijinhos para Rafaetes

  9. Olá Fernanda, sou tb de Vitória e moro tb na Bélgica, em Tienen. Quando estava procurando aqui na net onde comprar hidratantes da victoria’s secret, encontrei seu blog. Como vc fez para comprar seus hidratantes?será que vc pode me mandar os dados da sua amiga para eu comprar com ela?obrigada, bjs!

    • Ei Luciana.
      Sempre legal encontrar capixabas por aqui :o).
      Essa amiga minha comprou os cremes para mim como um favor pessoal. Ela não é revendedora.
      Talvez vc ache alguma coisa no ebay, já tentou? (eu acho que eu tentei na época que queria comprar mas não achei o cheiro que procurava).
      Um abraço

  10. Oi estou em Sampa, meu chefe é belga e amei o blog!!!!
    tomara que vc continue sempre assim, sobre a comida belga, vc tm algum post sobre as friteries????

  11. Olá Fernanda, bom, conheci seu blog hoje, é uma pena não ter conhecido antes, queria ter acompanhado ele(você não posta desde 2011?), então, pode me tirar uma dúvida? É sobre a comunicação aí, digo, em que idioma você costuma se comunicar com todos? E com qual frequência você usa, de qualquer forma, seja para conversar com alguém no Brasil(pela internet, por exemplo) ou até mesmo por qualquer outro, obrigado.

    • Oi Thiago. Engraçado receber seu comentario bem no dia que resolvi ressuscitar o blog. =)
      Aqui em casa nos comunicamos em três linguas: holandês, inglês e português.
      Eu falo inglês com meu marido (por questão de costume), ele fala holandês com as crianças, e eu falo português com as crianças (com minha filha de 6 anos eu falo bastante holandês, tenho que me policiar para quebrar o mau habito).
      No trabalho geralmente so falo holandês mas agora o nosso country manager eh um alemão que não fala nada de holandês, ou seja, 50% inglês e 50% holandês.
      Ultimamente tenho tido bastante contato com alguns escritorios brasileiros da empresa onde trabalho e, obviamente, falo português mas notei que meu português anda coloquial demais (resultado de so usar meu português para conversar com minha familia) e, por isso, so falo português se for para FALAR mesmo, se tiver que colocar alguma coisa em escrito, pulo para o inglês.
      E eh isso (desculpe pela falta de acento agudo … o laptop parece não gostar desse tipo de acentuação :p).
      Espero ter tirado sua duvida.

  12. Fernanda, muito obrigado pela resposta, tirou completamente minha dúvida, é bom saber os idiomas que outros países falam(mesmo o inglês sendo meio que universal), acontece que planejo visitar o país num futuro próximo.

    Obrigado de novo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s