Rugas

Pra não quebrar o ciclo: outro post papo mulherzinha.
(mamãe vai enfartar quando/se ver esse post em que eu mostro minhas “rugas”, mas se é pra dar dicas, que eu sirva de exemplo … entrou na chuva é pra se molhar!!!)

Minha mãe sempre foi de usar tudo quanto é creme facial possível, se havia um lançamento custando o valor de um carro mas que prometesse atenuar rugas de expressão, ela era a primeira da fila.
Dependendo da situação financeira de determinado momento ela acaba comprando algum de alguma marca mais barata, mas nunca deixou de usar.
Ela já fez botox, já fez massagens faciais, já usou cremes caríssimos de marcas diversas e sempre disse que uma mulher que é vaidosa TEM que usar cremes.
E eu cresci assim.
Ela nunca me deixou usar creme anti-rugas, anti-stress e etc quando eu era mais nova, dizendo que eu deveria usar algo desse tipo quando fizesse 25 anos e não antes. Antes disso eu deveria me satisfazer com os cremes apropriados para a minha idade e tipo de pele.
Quando eu fiz 25 anos em janeiro passado eu já estava pré-programada para entrar em uma ICI Paris e afins e fazer a moça me mostrar todos os H.R. possíveis (deu pra perceber que eu eu cresci com uma inclinação pra Helena Rubinstein??!!), mas acabei esquecendo.
Quando fomos pra Londres no inverno, minha irmã viu essa foto minha e ficou me enchendo a paciência pq eu estava com rugas.

DSC08363 (Small)

Novamente, a correria do dia-a-dia me atropelou e eu esqueci de comprar o bendito creme que queria (o Prodigy) … mas eu bem comecei a ficar igual a uma idiota na frente do espelho treinando sorrisos que não espremecem meus olhos (que é o movimento facial que eu faço que mais atenua as porcarias das rugazinhas).
Em Vix, quando eu fui na ADCOS, minha amiga perguntou sobre o anti-age deles e eu lembrei. Saí de lá com uma conta imensa no cartão, mas eu já tinha “passado da idade” de usar esses cremes e agora tinha que aceitar esse constante custo extra na minha vida!
Eu gostei bastante dos cremes que comprei por lá e sei que, procurando pelo seu tipo de pele, existem MUITOS cremes bons no mercado. E o mais importante, pela pequena pesquisa que eu fiz, é que eles contenham vitamina A, C e E (mesmo que elas sejam chamadas de alguma outra coisa).

Comecei a usar o hidratante para os olhos e o de rosto aqui na Bélgica e, já dá pra ver uma diferença bem legal!!!!!!

Planckendael 14

Esses são os cremes que estou usando:
Gradual Complex – Dermo Revit Pele Mista/Oleosa G2
G2_Dermo_Revit_Mista_Oleosap

Gradual Complex – Dermo Revit áreas dos olhos G2
(que eu não consegui achar foto no site da ADCOS e tô com preguiça de tirar foto do meu :p)

* G2 é a graduação intermediária de envelhecimento da pele usada pela ADCOS.

Protetores solar

Continuando os posts com dicas …
A Anathalia postou há alguns dias sobre protetores solar e eu comentei lá para falar do meu novo “achado”.
Fato é que, como eu disse, no BR pouca coisa presta no meu rosto pq a umidade e o calor deixam minha pele super oleosa. A Anathalia tb é de Vix e sabe bem do que eu estou falando (pele nenhuma suporta a combo: super calor úmido + carro com ar condicionado no máximo).
Portanto, em Vix (e em SP tb, diga-se de passagem), o único protetor que eu suportava no rosto era o da ADCOS para pele oleosa FPS 21 (não o de gel, o de loção mesmo, pq eu tenho gastura de espalhar gel no rosto … vai entender). Ele é sequinho e não lambreca o rosto, então era fácil aplicar a maquiagem logo por cima. Ele também não escorria com o calor insuportável do verão de Vix e não estragava a maquiagem (se bem que em Vix eu nunca uso maquiagem durante o dia, mas em SP eu usava por causa do trabalho).
A primeira coisa que eu fiz em Vix no mês passado foi dar uma passada na loja da ADCOS para abastecer meu estoque mas tinha um problema: hj em dia eu uso muito mais maquiagem do que nos tempos de SP. Hoje em dia eu uso pó facial e blush, que eu não usava na época, e por isso, eu não ia ter paciência de lavar o rosto no trabalho, re-aplicar o protetor (depois de 4 ou 5horas) e passar tooooooda a maquiagem de novo.
Comprei o protetor de qualquer jeito para poder usar quando for pra praia, mas comprei algo extra: um filtro solar em pó (translúcido)!!!

Filtro solar

Por ele ser translúcido (= ‘transparente’), dá pra aplicar por cima da maquiagem sem afetar nada. E, para os dias em que eu não estou a fim de usar make nenhuma mas não quero sair por aí com o nariz brilhando como lâmpada de natal, eu passo o pó para controlar o brilho e como protetor.

*******
Outra coisa que eu esqueci de postar aqui mas já via que algumas pessoas viram no Orkut.
Apresento-lhes meu novo batom vermelhooooooo (= motivo de Mick ficar me infernizando o dia inteiro!!)

Planckendael 1

Planckendael 7

Perceberam que, se vc não pesar na maquiagem dos olhos, dá pra ficar mais “natural”??!!
Eu estava usando, nos olhos, a sombra Copperplate + rímel só.

Achado

Como aqui em casa nós temos uma conta conjunta e eu não quero ficar dando corda pra Mick reclamar das minhas últimas comprinhas na M.A.C., eu estou adotando uma estratégia mais low-budget para comprar umas coisitas que estava ‘precisando’.
E, em uma dessas caçadas low-budgets no supermercado, eu encontrei algo bem legal que queria dividir:
Meu novo leite demaquilante da L’Oreal Paris:

Demaquilante

A estória é a seguinte:
eu uso lentes de contato (pq eu sou quase cega) e tenho que tomar muito cuidado com o demaquilante que uso pq senão acabo acordando com os olhos super vermelhos e não consigo colocar a lente (óculos só para dias de extrema preguiça ou para ler na cama).
Por causa dessa sensibilidade dos meus olhos (que piorou no ano passado depois de eu arranhar a retina ao coçar meu olho), eu excluí da minha vida rímeis a prova d’água e qualquer outro produto que seja forte demais. Com isso, o único demaquilante que eu conseguia usar era o meu favorito: o All Mascaras da Helena Rubinstein.

032053

Ele limpa super bem e, por ter um tantinho de óleo, não resseca. Ele tb não deixa tudo melecado pq o adstringente funciona na mesma hora (mas mesmo assim eu lavo o rosto logo depois, com algum sabonete hidratante, pq me dá agonia ficar com um óleozinho no rosto).
Também não é caro pq dura horrores (um vidro de 100ml estava custando em torno de 35 euros da última vez que eu vi).
Massss aqui eu só encontro Helena Rubinstein nas lojas de perfume e eu já tenho uma lista de coisas que eu preciso comprar por lá … como eu sei que auto-controle não é uma das minhas qualidades (muito menos agora que meu salário de férias foi depositado na conta e está tentando me seduzir incansavelmente para gastá-lo completamente), achei melhor não arriscar e não ir à perfumaria.
Aproveitei que fui no super e peguei um da L’Oreal mesmo (4 euros).
Esse é o meu segundo demaquilante da L’Oreal e eu me decepcionei bastante com o primeiro que tive pq ele era simplesmente uma água azul com um cheirinho legal que não limpava nada (muito menos meu rímel grudento combinado ao delineador).
Dessa vez escolhi esse pq tinha a textura cremosa (eu estava tentando ir em direção oposta ao demaquilante de água azul) e deu super certo!!!
Ele não se compara à H.R., é bem verdade, pq eu tenho que passar umas três vezes nos olhos para tirar todo o rímel que se encontra por lá (mas pode ser tb pq eu passe MUITO rímel já que sou uma pessoa praticamente sem cílios) e o delineador, mas o mais legal é que ele limpa sem eu ter que esfregar o algodão, não resseca minha pele e é bem sensível aos olhos.
Para quem tem a pele oleosa ou mista (a minha é mista: oleosa na zona T e normal-seca no resto), o melhor desse demaquilante é que ele não deixa melecado!
Dá para fazer como eu faço: lavar o rosto com um sabonete legal antes para tirar o excesso de maquiagem, passar o demaquilante, esperar um tantinho para secar tudo mesmo (eu geralmente escovo os dentes ou começo a minha batalha com a Rafa para ela deixar eu escovar os dentes dela) e depois passar o seu crème hidratane, anti-rugas, anti-stress ou qualquer um que seja que vc use.

Portanto, fica a dica baratinha!!!

P.S. – quando eu morava no BR (tanto Vitória, quanto SP), o único demaquilante que me servia era um da ADCOS para peles oleosas. Isso pq, no BR, minha pele é oleosa e qq coisinha que eu use me deixa melecada.

Feriado

Ontem foi feriado e, até melhor do que isso, fez 20°c!!!!!
Passamos o dia em um zoo chamado Planckendael (o zoo que sempre vamos fica praticamente na esquina de casa e nós adoramos mas, na semana passada, nasceu um bebê elefante então eu acredito que os 50% dos belgas que ficaram no país devem ter ido ver o bebê elefante). Esse outro zoo é mais distante (30 min de carro) e eu acho menos interessante porém, o mais legal pra Rafa é: o leão, o elefante, a girafa e os parquinhos com escorregadores e areia. O Planckendael tem muito mais parquinhos espalhados do que o Zoo van Antwerpen.
É claro que eu aproveitei para me empetecar inteira e usar a segunda parte das minhas aquisições na M.A.C.: meu batom vermelho e a minha sombra linda Copperplate!
Fiz Mick tirar várias fotos para eu mostrar mas só vai rolar de eu postar no sábado (hoje tem happy hour e eu estou planejando beber sangrias demais para conseguir fazer um post de noite *rs).
Achei que o batom ia pesar na composição (e no cenário geral: passeio no zoo às 12:00 da tarde) mas não pesou. Tudo depende de quão básico vc deixa o resto do seu rosto (dessa vez eu passei a sombra só para cobrir a pálpebra mesmo, nada para acentuá-la).
Falando nisso, é só o MEU marido que odeia batom vermelho ou o de vcs tb dá trabalho???
Mick ficou me enchendo o raio da paciência o dia inteiro!!!! Lá pelas tantas eu pedi para ele tirar uma foto só do meu rosto pro blog e perguntei se ainda dava pra ver meu batom, a resposta foi “dá pra ver seu batom à 2km de distância!”.
Ô bicho chato!

Mudando um pouco do papo mulherzinha … decidimos o que vamos fazer nas férias de julho (inicialmente estávamos pensando: ou algum lugar onde o mediterrâneo banhe pq eu PRECISO conhecer o mediterrâneo, ou Miami ou férias pelo Reino Unido (Inglaterra, Irlanda e Escócia, pra ser mais exata)).
Nós vamos pra Costa Brava na Espanha … resort all included e por aí vai.
Mick já queria pagar tudo ontem mesmo aproveitando do meu momento de “é né … então vamos …”, mas eu pedi para esperar até amanhã e irmos na agência de viagens para perguntar algumas coisas (tipo, se o hotel é legal mesmo ou se tem algo mais legal).
Tenho certeza que vai ser daquelas praias para aonde a Europa frienta inteeeeira despenca, mas tá, Mick quer ir e ele já foi duas vezes pra Londres comigo, então eu vou fazer os gostos dele (mas ele já está avisado que eu vou pra praia UM dia e se for cheio demais, eu nunca mais coloco meus pézinhos por lá … fico no hotel, na beira da piscina enchendo a cara de coca cola!).

P.S. – não rolou Miami pq eu tô com usuragem de gastar meus dias off para ir em Bruxelas na embaixada americana pro visto.

M.A.C.

Daí que ontem na hora do almoço eu fui lá na M.A.C. e levei uma amiga do trabalho para me controlar.
Achei uma boa idéia, particularmente porque essa amiga tem uma certa aversão por maquiagem e, apesar de gastar bastante dinheiro UMA vez por ano com maquiagem e cremes, ela confessa nunca usar nada. Em outra palavras, ela não entende meu vício!!!
Chegando na rua da M.A.C. ela já estava toda entertida com o cheiro desumano dos waffles sendo feitos na hora em uma casa de chá na rua e, por isso, eu fiz meu pedido duas vezes: “não me deixa comprar TUDO o que eu quiser ou o que a vendedora me propor”.
Eu entrei e pedi a sombra per-fei-ta da Dri (que é a Copperplate), a mocinha da loja foi lá buscar e, antes de eu perceber, estava pagando a conta por isso:

MAC

Não tem cura para a minha pessoa!!!
E a amiga que não gosta e não é viciada em maquiagem fazia cara de “tipo, eu nunca que compraria uma sombra lilás na minha vida” … e eu encantada com minhas pálpebras lilás!!!
Eu ainda tentei me explicar quando pedi um batom vermelho (super hit da primavera) mas, pela cara dela, minha explicação não surtiu muito efeito.
Acho que esse foi o problema dessa vez … eu me concentrei em explicar para alguém o pq de eu querer coisas coloridas e vibrantes e, no final, perdi a concentração no meu mantra “só compra o que vc precisa!!!”.
Mas como é que eu resisto a M.A.C.????
Não só as vendedoras são uns doces, como também são super dispostas a te ajudar (não devem ser belgas, só pode). Por exemplo, quando eu reclamei que meu sonho era saber passar o delineador decentemente no olho, a menina já me puxou pro canto e me ajudou a praticar … meus olhos ficaram lindos!!!!!!!
E é claro que eu comprei o delineador e o pincel …
Tá que eu saí de lá um pouco colorida demais (sombra lilás e batom vermelho –que eu tentei tirar com o lencinho, mas não deu muito certo), mas saí tããão feliz!!

Agora umas diquinhas para vcs tb ousarem na maquiagem:
– eu sei que vermelho matte é um super hit da primavera mas, pra começar, o vermelho tem que ir com a sua pele + cabelos. Minha pele é clara, mas não super branca e meus cabelos são castanhos escuros, ou seja, o melhor tom de vermelho é um vermelho mais intenso, mais fechado. Aí entra um problema para mim: eu nunca usei batom vermelho! Ainda fico morrendo de vergonha de sair de casa com os lábios vermelhos e o batom “matte” intensifica a cor um pouco. Acabei comprando um batom com um mínimo de brilho para que criasse uma falsa impressão de camadas e assim eu não perder a coragem de usar.
– sombra lilás é lindo, mas é complicadinha de usar pq ela chama bastante atenção. Portanto, quando for optar por uma sombra lilás forte, não pode pesar na cor dos lábios. Hoje eu passei a sombra lilás em V, um delineador preto com dourado (tb M.A.C.) na parte inferior dos olhos e rímel. Na boa, um batom rosa matte.

Aprendendo – Update

Eu não me lembro se já comentei por aqui mas, apesar da minha obsessão por maquiagem, meus experimentos são bem recentes.
Eu comecei a usar maquiagem há 3 anos e, por mais da metade desse tempo, eu fiquei na parte básica, sem ousar com cores ou pinceladas. Foi em novembro do ano passado, durante a minha visita à M.A.C. Antwerp, que eu resolvi tomar coragem e comprar sombras que não fossem de alguma tonalidade marrom para poder sair do basiquinho de todos os dias.
Batom que não seja ‘cor de boca’ eu só tive coragem de comprar nessa última viagem pro BR pq estava branca demais e estava incomodada (antes disso, ou era batom que quase não dava pra ver, ou gloss transparente).
Enfim, eu tô falando isso tudo pq eu acabei de descobrir que a inexperiência te faz fazer umas c*gadas!
No sábado de manhã, no hotel, eu resolvi mudar um pouco a maneira como eu aplico a sombra e, na luz do banheiro, achei que uma pálpebra havia ficado mais escuro do que a outra. Sem entrar em pânico, eu simplesmente escureci a pálpebra que estava mais clara e depois fiquei lá tentando acertar as duas.
O problema é que eu sei me maquiar certinho com dois tipos de iluminação: a do meu banheiro (pq eu me acostumei e já sei o quanto devo usar para não parecer um palhaço às 09:00 da manhã) e com luz natural (pq em 99% dos casos, eu passo maquiagem dentro do carro no caminho para o trabalho ou qq outro lugar). Com qualquer outro tipo de iluminação os riscos aumentam.
Mas daí que pensei: “tá, no máximo eu vou estar com uma pálpebra mais escura do que a outra”. O que a tapada que vos fala NÃO sabia, era que a cor da sombra, a sobreposição de cores, e a forma como as cores são aplicadas, afetam o “tamanho” do seu olho (tá, seu olho não diminui e tb não cresce, mas vc tem essa ilusão).
TODAS as minhas fotos do primeiro dia de Londres estão c*gadas pq parece que eu tenho um olho menor do que o outro!!!!! Algumas salvam pq voou cabelo no meu rosto, ou a iluminação do lugar ajudou (foram as fotos que eu coloquei no Orkut e as que vou colocar aqui). De resto, não tem uma que preste!!
Mas tá, é com os nossos erros que aprendemos.

Ainda sobre maquiagem, hoje na hora do almoço eu vou fazer uma visitinha à M.A.C. pq eu quero comprar um batom vermelho fosco (segundo a revista Glamour UK, essa é a tendência primavera-verão … e eu sou uma pessoa influenciável!). Tb quero comprar uma sombra puxada para o lilás pq a Dri (Dri Everywhere – vê aqui nos links), estava com uma no sábado que me deixou fixada com a idéia!!!!
Só não vou visitar o blog da Dri tão cedo pq ela postou a receita do brownie de nutella e, como eu disse no nosso encontro, o ignorante é mais feliz (e magro!).

Ah Erika, vc comentou sobre os brownies e realmente, estavam deliciosos! Agora, o que vc talvez não saiba é que tb rolou cupcakes que o marido da Hêlo fez … e escuta: tinham pedacinhos de chocolate no fundinho do cupcake!!!!!
Vc não faz idéia de como o encontro foi gostoso no sentido mais literal da palavra!!!!

Para aqueles que não tem Orkut, algumas fotos:
Mick & Fe - London

Tower Bridge 2

Tower Bridge 1

Mick & Rafa - London

Back from London

Eu juro que eu não entendo essa mania besta que Mick tem de querer voltar pra casa!!!
Pra que???!!!! *rs

Londres foi perfeita!!!!
O encontro com as meninas foi super divertido e logo logo deveríamos começar a agitar um repeteco!
Quem sabe não conseguimos marcar algo do lado do continente?! ;o)
(depois eu vou arranjar os links certinhos aqui do lado e aviso se alguém postou fotos. De noite eu devo colocar minhas fotos no Orkut e posto algumas aqui também).

Conhecer a Fla e sua família foi um acontecimento à parte.
Eu já “conheço” a Fla faz tempos e temos uma coisa em comum: a Rafa e a Victoria nasceram no mesmo dia, com diferença de um ano. E as duas se deram super bem!!!
Foi muito fofo ver as duas brincando no Riverside de mãozinhas dadas e, juntas, jogando todos os galhinhos possíveis dentro do rio *rs.

Esse passeio foi diferente. Menos afobado do que da vez passada e conseguimos curtir bastante a vida de Londres.
Novamente não visitamos as atrações ‘por dentro’, mas isso foi pq eu fiquei com usuragem de pagar a entrada da Tower of London com a Rafa pq eu SEI que ela ia fazer escândalo e ia querer ir embora logo que percebesse que não iria obter muitos ganhos com o passeio.
Mas não tem problema … da próxima vez eu vou ver a jóias da coroa e proveito para ver a St. Paul’s Cathedral por dentro.

Dicas úteis:
– visitar a Inglaterra de carro não é tão complicado quanto eu imaginava (tá que eu não dirigi e Mick disse que é estressante sim ter que dirigir do lado ‘errado’). Do centro da Antuérpia até Calais são 2 horas de carro (gastamos mais tempo pq tem um trecho da estrada em obras), para cruzar o Canal com a ferry são 1h30min (custa em torno de 100 euros para um carro ‘normal’) e mais 1h40min de Dover até Londres. Se vc cruzar o Canal durante o dia, a paisagem é bem legal. Dover tb parece ser bem bonita e agora eu quero descobrir se pode ir visitar o castelo que fica no topo do white cliff!!
– o primeiro hotel que ficamos é MUITO bom (Park Plaza Hotel – na Albert Embankment), fica bem perto do Big Ben e eu não tenho do que reclamar. Mas é um hotel 4 estrelas, ou seja, estejam preparados para pagar o valor de um 4 estrelas (quando eu digo que Mick ficou p*to com a minha afobação quando reservei uma noite no hotel, eu não estou exagerando: são 239 libras por noite no quarto mais simples).
– o segundo hotel foi low budget (Premier Inn Tower Bridge) e pagamos o que recebemos (88 libras por noite). É um hotel funcional, é simples e sem luxos, mas é limpo e os quartos não são minùsculos. Esse fica à 3min. andando da Tower Brigde.
– para quem gosta de andar para ver as coisas (eu ODEIO aqueles ônibus de turismo que te levam para ver as coisas), em 1h e um pouquinho vc anda da Tower Bridge até o Big Ben. O mais gostoso da caminhada é que vc pode andar pelo Riverside (na beira do rio Tâmisa) e a vista é linda!

Acho que é só isso … se tiverem perguntas, fiquem a vontade.

P.S – preciso explicar uma coisa pq muita gente me entende mal: Eu sou exagerada. MUITO exagerada. Eu falo aos quatro cantos que eu quero morar na Inglaterra, que eu quero viver o resto da vida falando inglês sem ter que me estressar com o holandês e, de quebra, morar em um dos lugares mais lindos que eu conheço!
Quando eu falo isso, algumas poucas pessoas entendem que eu NÃO vou começar a procurar emprego lá no mês que vem e que eu NÃO vou levar adiante isso de mudar pro outro lado do canal. E a razão é simples: eu tô de saco cheio de mudar de um canto pro outro!
É óbvio que, se um dia, a oportunidade se apresentasse, eu pensaria em entrar no barco mas eu sei do preço disso tudo, e sei que existe uma boa chance de eu nunca QUERER ir adiante com esse plano (já parou pra pensar que a Rafa ia ter que aprender uma outra língua depois de começar a alfabetização em holandês??!! Ela iria pegar o ritmo, claro, mas isso iria durar um tempinho e eu iria sofrer por achar que ela está sofrendo com a nova adaptação). Portanto, obrigada pela preocupação e dicas, mas não é necessário me mandar email para que eu mude de idéia pq essa “idéia” é fruto do meu exagero (= eu gosto de um lugar = nunca mais quero voltar pra casa).

A Helo (do Mi Boglito) postou fotos.