Período pós-feira

Voltei!

Duas semanas puxadas e cheias de coisa acabaram me deixando por fora de tudo!

Tomei um susto essa semana quando, na feira em Paris, eu escutei que dois ou três empresas/clientes grandes estão quebrando (todas brasileiras)! Não fazia idéia do tamanho que essa crise toda havia tomado; quer dizer, eu bem esperava que empresas começassem a quebrar em breve no Brasil, mas não esperava ter conhecimento disso em um dia quando eu não esperava e seguindo umas duas semanas que eu nem abri um jornal eletrônico para ler!

Por outro lado, se bancos europeus começaram a apresentar problemas sérios e muitos foram vendidos, imagina o que aconteceria em países de economia menos estável.

 

Mas enfim … agora é hora de colocar a casa em ordem. Me atualizar do que está acontecendo no mundo e me acertar de novo no trabalho (ahã, reuniões ultimamente têm significado que minha função ou determinada característica dela, será modificada … o que eu até gosto pq ainda não está tudo 100% claro … próxima reunião será na segunda).

Final de semana tb vai ser corrido pq quero pintar o quarto da Rafa e montar os móveis dela (ahh, nem vou contar o quanto gastei na Ikea!! Só falo que eu não comprei nem o tapete e nem o negócio de mosquito pra colocar em cima da cama dela!).

 

Ahhh e eu preciso da ajuda de vcs … dia 22/11 tem uma festa de aniversário para irmos e o tema é DISCO. Pessoas, que tipo de roupa se usava???

Eu não quero ir de palhaça, e sim caracterizada com alguma roupa típica mas tá punk achar idéias!!! E outra, eu vou de peruca loira!

Eu hein, minha primeira festa a fantasia … vê se eu vou perder a chance de ser loira por um dia!! (para quem não sabe, meu cabelo é super preto)

Então, please, ajudem uma pobre pessoa que quer ser loira-disco-fashionista por um dia!!

Anúncios

Finanças

Eu e Mick somos duas pessoas complicadas quando o assunto é dinheiro. Não pq temos interesses diferentes ou pq tenhamos algum hobby caríssimo (comprar maquiagem não qualifica como hobby!). Simplesmente somos impulsivos demais e, enquanto tiveer dinheiro na conta, estamos gastando.

Já vou dar um exemplo do que vai acontecer amanhã: vamos comprar umas coisinhas na Ikea para eu terminar de acertar o quarto da Rafa (‘terminar de acertar’ é wishfull thinking meu pq não tem nada nem começado e eu já tô indo comprar os toques finais). Passei a semana vendo catálogo da Ikea, visitando o site, fazendo listinha das coisas que eu realmente quero, das coisas que eu quero mas não cabem no quarto (merda de física!) e das coisas que eu quero comprar mas não vou usar. Fiz um budget todo acertadinho e coloquei que quero gastar no máximo 70 euros. Ontem a noite eu já aumentei a lista para 100 euros sem motivo aparente nenhum, mas pq eu acho que 70 é muito pouco (por mais que eu não tenha que comprar muitas coisas … na verdade, eu tenho que comprar um cortinado que custa 13 euros e um tapete que custa 15 euros). Eu aposto com qq um que, mesmo com a lista, mesmo com budget e mesmo eu tentando me policiar desde agora pra não gastar muito, eu vou passar dos 100 euros!
Outro exemplo:

Ontem Mick foi comprar uma cadeirinha nova pro carro (pq agora estamos com dois carros –company car- e o Mick vai levar a Rafa pra escola enquanto eu vou buscar). Tínhamos decidido o modelo, o preço e a cor. Fizemos pesquisas para saber quais eram as melhores, quais eram as overpriced só por causa do nome (hj em dia eu tenho juízo pra não gastar 600 euros numa cadeirinha da MaxiCosi quando a da BebéConfort de 300 euros passou nos mesmos testes e tem o mesmo material e tecido!), e os tipos de tecido (criança fresca como a minha não suporta ficar com a mão suja de nada, então ela limpa tudo na cadeirinha). Decidimos uma cadeirinha da GRACO, marrom com detalhes rosa.

Mick me ligou da loja dizendo que a cadeirinha não era segura (isso pq a mulher da loja tava discutindo com ele que, em questão de segurança, todas elas eram iguais pq haviam passado pelos mesmos testes) e que ele queria comprar a cadeirinha da MaxiCosi pq parecia melhor e a marca era conhecida e talz (como se ele soubesse de TUDO sobre marcas de cadeirinha de bebê/criança! Ahh, e não custou 600 euros não, tá?! O preço aí em cima é fictício). Okay! Iria ultrapassar a budget mas nem tanto.

Quando cheguei em casa tinha: cadeirinha + banquinho de banheiro pra Rafa + um mini assento de vaso que vc adapta ao grande pra Rafa poder fazer pipi sozinha + uma chupeta nova (“pra arredondar o preço, ué”).

A noite eu falei pra Mick que queria fazer uma budget nova para as próximas semanas, mas colocando números bem reais. De resto era só nos educarmos. Ele me respondeu que ontem não queria fazer nada pq ele estava passando mal e tava com vontade de gastar esses dias. Agora me fala que tipo de desculpa é essa???!!!

 

Eu preciso de um daqueles financial coaches, sabe?! Aqueles que vão na Oprah de vez em quando. Ou então financial boot camp!

Amsterdam + Brugge

Amsterdam foi ótimo!!!!!

É bem verdade que não passeamos horrores pq ficamos só metade de um dia por lá (dormimos num hotel sexta a noite e passamos o sábado lá), mas eu amei a casa da Anne Frank (e quero voltar mais uma vez para ver as coisas direitinho … eu tinha acabado de reencontrar minha amiga e estava interessada em matar saudades tb!), caminhamos ali por perto, tiramos várias fotos nas pontezinhas (mas ô povo pra ser mais irritante do que belga com suas bicicletas!!!! Uma falta de educação que só vendo) e depois comemos em um restaurante péssimo de carne argentina (que veio queimada por fora e crua por dentro).
Como passamos MUITO tempo na centraal station tentando resolver um problema com a passagem de trem dos nossos amigos, já era tarde e era melhor voltarmos (falando nisso, Amsterdam é MUITO perto!!! 1h45 só! Mais perto do que ir pra praia!!!!!!).

Muita coisa parecida com a Bélgica, é claro, mas mesmo assim aproveitei. Eu já bem queria comprar os tickets para ir na nachtmuseum mas acho que não vai rolar. Mamãe ainda vai estar aqui e eu não quero mandar ela ficar aqui na Bélgica para eu poder ir em Amsterdam ver museus, né?! Ano que vem nós vamos.

 

No domingo passeamos em Brugge e devo confessar que, dessa vez, eu gostei do passeio! As construções são bonitinhas e a cidade acolhedora (eu só não me enfio naquele passeio de barco insuportável de novo!!!).

Uhm … deixa eu explicar minha estória com Brugge antes de ouvir comentários que eu sou louca.

Eu fui em Brugge uma única vez, em Agosto de 2003. Foi num domingo de muito sol e calor (verão perfeito, pra quem gosta de verão). Estávamos na casa de praia e decidimos ir com minha irmã e um amigo pq era “perto”.

Chegamos em Brugge e estacionamos em uma das ruas de onde saem os barquinhos, então fomos direto fazer esse passeio. Meu passeio durou 30-40 minutos (!!!!!!!!). Cara, eu sou uma pessoa inquieta, não gosto disso de ter que ficar sentada sem escolha por muito tempo. Mas tá, tava na chuva era pra me molhar …

Começamos o passeio: “a janelinha a sua esquerda é a menor do universo”, “o tijolinho a sua esquerda tem um marrom único no planeta”, “o prédio a sua esquerda é o menor do mundo” … e assim foi a metade do passeio. Quando o cara chegou numa área mais larga do canal achei que já estivéssemos chegando ao nosso ponto inicial (até então eu acreditava que o passeio era em forma de O). Aí o cara começa a virar o barquinho. Eu olhei desesperada para os lados procurando algum lugar onde ele fosse “atracar” (ué, vai ver que eu não tinha visto que íamos descer ali naquele ponto ao invés de voltar pelo caminho das janelinhas torturantes). Nada nas proximidades.

O barquinho continuou a virar e a tomar a mesma rota pela qual viemos. Parece que todos os 50°c que estava fazendo naquele dia me pegaram de uma vez só e o mal humor começou. Já emburrei a cara (pq qd eu tô com raiva eu quero que me deixem em paz, ainda mais se eu estou com calor!!!!).

O cara do barco deve ter percebido, e queria se vingar de mim por estar fazendo cara feia no barco dele, e começou a contar os detalhes dos prédios do lado direito!!!!!!!!!!!!!

Eu traumatizei com janelhinhas, tijolinhos, barcos, cisnes pra frente que chegam perto demais e com Brugge (sem contar que o cara está até hoje na minha lista de “Os mais odiados”).

Quando eu saí do barco eu tava sem saco pra tudo!! Não quis andar, tudo era ruim (lembro que paguei 7 euros numa panqueca e reclamei disso o resto do ano hehehe … mas cá entre nós, uma panqueca fina-transparente com uma mini bola de sorvete do Aldi não pode custar 7 euros!!).

Mick, pra salvar a viagem de volta (sim, pq eu já estava suando com o calor e a coisa mais irritante no mundo é suar!), comprou uma caixona de chocolates Guyllian pra mim e deixou o ar condicionado do carro ficar no nível mais gelado.

 

Enfim, dessa vez eu passei longe dos barcos (mas olha a injustiça: minha mãe e meus amigos foram e o passei só durou 15min!!!), comprei negocinho de natal numa loja típica de lá, comemos no pizza hut, andamos muito (que eu amo) e por aí vai. Agora quero ir lá de novo pra ver as igrejas que eu não vi ainda.

 

Final de semana agora começa a feira em Paris … se eu sumir é pq não rola tempo pra nada ;o)

Passeios e viagens

Olha como minha vida é decidida “facilmente”:

Semana passada estava com dúvidas gigantes sobre ir ou não para o Brasil no ano que vem (afinal de contas, minha mãe já está por aqui e, cá entre nós, 90 dias é uma overdose pra nós duas rsrs).
Mas sério, primeiro pq eu TENHO que viajar no verão daqui Julho/Agosto por causa das férias da Rafa (e o fato de que 30 dias de férias não dá pra nada –> as escolas daqui têm mais mini-férias do que a Disney tem Mickey!), eu eu morro de medo de cair o mundo em chuva em Vitória e não poder passear a vontade com a Rafa quando ela já vai ter passado mesesssss sem brincar muito do lado de fora por causa do inverno (lembrem-se que Rafaela tem bronquite e qq coisa resulta em semanas de tosse e febre).
E tb já estava decidido que iríamos passar 2 semanas no sul da França (não me perguntem o nome da cidade pq eu sempre esqueço) na casa de praia (que é LITERALMENTE um castelo) de amigos nossos, no comecinho de Julho.

Aí comecei a ficar com miséria de pagar 3.000 euros SÓ DE PASSAGEM DE AVIÃO pra ir pra Vitória ficar duas semanas no meio do inverno (tá tá, inverno em Vitória faz, no mínimo, 20°c … mas pode chover!!!). Choraminguei de todos os cantos pensando no que fazer pq, por um lado eu acho muito pagar 3.000 euros pra ir amassada num avião com Rafaela e Mick e ainda correr o risco de só ver chuva mas, por outro lado, existe todo um lado emocional. Vc quer ver sua família, quer mostrar a cria, quer que sua irmã passe tempo com a sobrinha (e quer beber caipirinha gostosa hehe).

Ontem decidi que não vou mesmo (é muito dinheiro pra pouco tempo!) e que, com esse dinheiro, eu tiro umas férias decentes por aqui (leia-se Europa) e ainda trago minha irmã pra passar uma semana ou duas semanas com a gente!

 

Agora vamos para as dúvidas parte II:

Eu queria ir pra Grécia. Sempre quis ir apesar de odiar calor (pelo menos Rafa e Mick se divertem enquanto eu torro no sol pra tirar a cor de burro-quando-foge que eu fico depois do inverno). Aí me falaram que o calor é insuportável em Julho/Agosto; e a Sylvia (MUITO OBRIGADA!!) confirmou em um comentário no post passado, complementando que a melhor época seria Setembro. Mas eu só tenho mais duas semanas de férias e Rafa estuda em Setembro =o/. As próximas mini-férias dela seriam no final de Outubro por uma semana. É legal ir nessa época??? Ainda tem sol??? Vale a pena ir por uma semana só???

Se eu for pra Grécia (vou generalizar pq por mais que eu sempre tenha tido a vontade de ir, eu não faço idéia para onde exatamente eu quero ir) por uma semana, me sobra uma semana que eu quero usar em Agosto! Dicas??????

Itália nem rola pq eu não sou muito fã. Espanha e Portugal eu até cogitaria SE Mick não inventar que quer dar uma de cigano e ir de carro (mas que mania chata de tudo quanto é passeio ele quer fazer de carro!! Se tivesse um barquinho de pescador era capaz de querer ir pro Brasil remando, eu hein!!).

Sul da França já vai rolar de qq jeito … Turquia me disseram ser péssimo pq as comidas são ruim, as ruas são muito sujas e por aí vai … já acabaram minhas opções óbvias???

 

Ahhh e sobre Amsterdam (tks Sylvia, de novo!!!) eu volto lá em Novembro pra passear nos museus!!!!!!!!! Amei a idéia!! Já vou pedir pra mãe do Mick ficar com Rafetes assim que eu tiver tempo de ver qd é a tal Museumnacht!!!!!!!

E ainda sobre Amsterdam … ontem eu comprei os ingressos pra ir na ANNE FRANK HUIS (eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee) pq me assustei com a foto do povo lá na fila, embaixo de chuva, pra comprar ingresso. Daí que eu quero ir na Madame Tussauds tb, mas vale a pena? (tudo tem que valer a pena e ser cronometrado pq eu vou com a Rafa e ela se enche logo logo então, para eu ter paciência, tem que valer a pena rsrs).

Então …

Não é descaso com o blog, é falta de tempo mesmo!

Esses últimos dias aqui têm sido punk. Eu passo tanto tempo tentando organizar a bagunça que, no final do dia, não consegui resolver nenhum pepino que chegou por email e acabo tendo que trabalhar de casa pra responder tudo.

Semana que vem vai ser um pouco mais complicada pq minha amiga vem me visitar (eeee) e depois eu tenho que me organizar pra uma semana em Paris (feira de produtos alimentícios), mas enfim … quando está calmo demais eu sempre reclamo, então não posso falar nada ;o)

 

Sexta-feira vamos para Amsterdam encontrar minha amiga. Eu sei que é cansativo, mas eu quero sair do serviço às 17:00 e ir direto! Quero deixar tudo arrumado na quinta a noite para só fazer pit stop em casa para pegar mamãe e Rafa.

Eu fico pouquíssimo tempo em Amsterdam: sexta a noite (que eu nem vou querer passear, pq cá entre nós, trabalhar o dia inteiro, pegar estrada por 2.5hrs e ir jantar com a Rafa, são maneiras infalíveis de esgotar minha reserva de energia) e no sábado até às 13:30 (minha amiga já tinha comprado passagem de trem Amsterdam/Antuérpia para esse horário), então tenho que optimizar o passeio. De manhã quero ir na casa da Anne Frank e depois dar uma volta pelos canais e talz (se não chover … alguém sabe a previsão pra Amsterdam no findi???). Tb quero passar em algum coffeeshop pq encasquetei que quero um waterpijp (como que fala isso em portuguêS????) … do lado de casa tem um café de waterpijp (Mick chama de “bublybubly cafe” mas eu desconfio que ele tenha inventado isso) e os cheiros que saem de lá são maravilhosos (baunilha pura, coco, tutti frutti, chocolate derretido …)!!! Eu tenho que provar!

***

Ahhh, ontem eu voltei para a academia (desde junho tava ON HOLD) e, para minha embasbacação total eu não fiquei dolorida! Tudo bem que eu só fiz aquele moonwalking insuportável e mais uns 10 minutos de remadas pq tinha que voltar pro escritório rápido, mas mesmo assim.
Agora meu horário é durante a pausa de almoço e eu estava curiosíssima para saber se eu ia ficar louca de fome, mas até que não! Tomei um puta café da manhã (= muitooooo Special K Stracciatela com leite integral) e, uma horinha antes, eu besliquei alguns biscoitos salgados que estavam na minha mesa. Na academia eu comprei uma barra de cereal que diz queimar gordura (pq o vício não me permite ver as palavrinhas FAT BURNER sem correr pra comprar o dito cujo … se bem que eu bem me ofendo com o jeito que eles escancaram o adjetivo no produto, praticamente gritando que vc tá gorda e deveria comprar aquela barrinha … consciência de gente gorda é uma merda) e mais uma bebida energética pq eu tava caindo de sono (temporada nova de Heroes =o/).
Hoje eu já não fui pq tinha que passar no supermercado, mas já marquei com o personal trainer para fazer uma avaliação nova (pq a minha é do ano passado) e montar um programa novo. Quero ver se eu não vou caber em uma roupa mais apertada no verão que vem, ha!