Almoço na Bélgica

Há tempos eu quero fazer esse post e sempre me enrolo.
Vamos lá …

Eu acredito que o conceito de almoço na Bélgica não difere muito do resto da Europa Ocidental, mas mesmo assim há suas peculiaridades.
Antes de eu vir para cá, ouvia pessoas me falarem que na Europa não existe almoço “quente” (= comida de verdade) e, por isso, acreditava que iria viver de sanduíches o resto da vida (eu gosto de pão, então nunca me assustei).
No entanto, isso não é bem verdade. Você encontra vários restaurantes que servem refeições quentes na hora do almoço, e não são só os restaurantes mais chiques ou business like; há uma oferta que acomoda todos os bolsos caso você queira almoçar “de verdade”.
O que é verdade, porém, é que sim, refeição quente na hora do almoço não é a escolha da maioria (se muito, belgas tem UMA refeição quente por semana na hora do almoço).
O que se come na hora do almoço então?!
Sanduíches!

Muitas pessoas levam para o trabalho seus sanduíches feito em casa, com pão “belga” (eu chamo de pão belga mas pode ser que a Europa inteira coma o mesmo pão, não sei …).
O pão mais típico daqui é bem diferente dos nossos pães no Brasil. A textura é mais próxima do nosso pão de fôrma, mas mais massudo. A casca tb é bem diferente.
É claro que a qualidade dos pães depende de cada padaria, mas em geral a textura é praticamente a mesma.
Os pães integrais aqui são integrais mesmo, você vê os grãos no pão (o meu favorito é o “negen granen” – nove grãos – pq eu adoro a textura que a semente de linhaça e a semente de girassol dão ao pão).

Com a grande variedade de recheios disponíveis no supermercado e em algumas (poucas) padarias, não é muito difícil preparar o seu pão em casa.
As crianças também levam sanduíches feito em casa para a escola, geralmente com queijo (Gouda), “choco” (leia-se Nutella e seus primos), manteiga de amendoim, ou pasta de speculoos (ou os próprios biscoitos de speculoos).


Fonte

Esses sanduíches são chamados de “boterhammen” ou “boke’s”.

Outra possibilidade (para aqueles que preferem ficar mais tempo na cama ao invés de ficar preparando sanduíches: eu!) é comprar um sanduíche na hora do almoço.
Aí as possibilidades são praticamente infinitas: existem milhares de “lanchonetes” que preparam sanduíches (tipo Subway), vários restaurantes legais que oferecem primariamente sanduíches (apesar de vc sempre encontrar algumas opções de refeição quente no cardápio), supermercados também oferecem sanduíches, etc etc.
A diferença desses sanduíches é que o pão utilizado não é o belga mas sim a baguette francesa.
Para vocês entenderem melhor, pensem na Subway como exemplo.
Essas lanchonetes exibem as milhares de possibilidade de recheio para o seu sanduíche, vc escolhe o que quer e a pessoa prepara na hora.


(a Panos é uma rede super conhecida aqui … tipo, tem uma Panos a cada esquina)

A escolha fica entre os vários patês e pastinhas (o meu favorito é o kip bieslook que é um patê com frango desfiado e cebolinha picada), vários tipos de embutidos e queijos (um sanduíche super comum aqui é o de brie e mel).
O sanduíche mais famoso da Bélgica (leia-se: parte norte) é o smos kaas ou smos hesp en kaas: que é um pão recheado com maionese, alface, pickles, ovos cozidos, tomates e queijo gouda ou queijo e presunto (hesp = presunto).

Existem opções vegetarianas, versões light, versões picantes … tudo para se adequar ao seu gosto.
O que eu acho mais legal é que vc pode ter uma refeição completa em um sanduíche:


(broodje kip, champignon, ham en ui = sanduíche com frango, champignon, presunto e cebola)
Fonte

Vc tb pode escolher se quer uma baguette de 30cm ou uma de 15cm e o preço geralmente fica em torno de 3 euros por uma baguette de 15cm e 4.50 euros por uma baguette de 30cm (aqui na Antuérpia).
Esses sanduíches são chamados de “broodjes” (que significa, literalmente, “pãezinhos” … vai entender …)

P.S.: eu ia tirar minhas próprias fotos, por isso fiquei enrolando para postar, mas não posso sair da dieta.

Anúncios

3 comentários sobre “Almoço na Bélgica

  1. E adivinha oque estou fazendo nesse exato momento?
    Almocando meu sanduiche de frente pro computador! 🙂
    Acho que esse costume eh bem comum na Europa do norte, jah no sul o esquema eh diferente.
    Em Portugal, Italia e Espanha o pessoal para mesmo na hora do almoco e comem comida “de verdade” assim como fazemos no Brasil. Quando morei na Espanha todo dia ia comer PF (menu del dia) em algum restaurante da vizinhanca, e quando a IBM mudou de escritorio e passamos a ter menos opcoes de restaurante, foi uma revolucao entre os funcionarios, que achavam um absurdo a empresa ter mudado pra um bairro que tem poucos restaurantes! hahahahahaha

    A grande diferenca de “cultura” entre os paises do norte, e os do sul, a meu ver, eh na verdade na carteira!
    Nos paises do sul as empresas sao obrigadas, por lei a pagar subsidio de almoco, ou ticket refeicao pra todo mundo, entao as pessoas dao preferencia a comer bem.
    jah aqui, o esquema eh diferente e o dinheiro do almoco sai do seu bolso!
    Ateh existem um zilhao de opcoes de lugares legais pra comer comida “quente” aqui perto, mas nao estou disposta a pagar entre 8 e 10 libras por dia pra almocar comida quente. Se tivesse um vale pago pela empresa, logicamente que iria em um restaurante a cada dia!

    Aqui em Londres tambem eh bem comum que o pessoal traga seu proprio sanduiche de casa, ou marmita com almoco, e os escritorios sempre tem uma cozinha pros funcionarios.
    mas sanduiches ainda sao a preferencia nacional (afinal foram inventados aqui!) tanto que a traducao “britanica” de carnes frias sao os “lunch meats” – ou seja, as carnes que vc come no almoco!

    Vou copiar sua ideia pra um post! hahahaha

  2. É isso mesmo, teu post ficou perfeito! Eu já como pão de manhã, então é demais comer pão novamente no almoço – nunca gostei deste hábito! Onde eu trabalho (EUA) temos uma cozinha e na maior parte do tempo cada um leva a sua comida, coloca na geladeira e na hora do almoço coloca no microondas. O povo come relativamente bem (surpreendente para o Texas!), então muitas vezes vemos o pessoal trazer saladas, frutas, sopas, etc. Sexta feira quase sempre vamos comer em um restaurante, está virando hábito. Na Itália, onde morei antes, era o mesmo esquema, mas acho que o pessoal ia ainda mais aos restaurantes. Meu marido (belga) como o tal sandwich do Sub todo santo dia, não sei como consegue! Vai ver é o hábito da infância 🙂 Btw, os pães daí são mesmo uma delícia. Bjs

  3. Pingback: Almoco na Inglaterra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s